15 de Outubro: Dia do professor e da Professora

578
0
COMPARTILHE

Por Conceição Fornasari*

Dia do professor e da professora: Lembrar, homenagear, comemorar e valorizar!

15 de outubro deve nos fazer lembrar a origem da data, do papel dos mestres, da importância desta categoria para a formação das novas gerações criativas e comprometidas com o coletivo, para a socialização do saber e da cultura produzidos pela humanidade, para o desenvolvimento da ciência e da tecnologia que objetivem a edificação de um país soberano, justo e mais igual.

No dia dedicado à educadora Santa Tereza D’Ávila, 15 de outubro, em 1827, D. Pedro I baixou o Decreto que criou o Ensino Elementar no Brasil, com destaque às escolas das primeiras letras entre outras idéias importantes. Infelizmente nunca saiu do papel.

Recordamos da primeira comemoração em 1947,quando 04 professores lançaram a idéia em SP como dia de parada para se evitar a estafa do longo período letivo, bem como preparar-se para o restante do período, as homenagens estendem-se por anos até o decreto presidencial que oficializa a data nacionalmente como feriado escolar em 14 de outubro de 1963.

Após décadas e apesar dos anos de “chumbo”, de uma ditadura temerosa e cruel, que perseguiu, torturou,matou, que se tornou “página infeliz de nossa história”, todavia não calou nossos sonhos; seguidos de anos de desvalorização dos trabalhadores, da educação e dos professores, tempos neoliberais de subtração de direitos e de políticas sociais de toda ordem, as chamadas décadas perdidas.

E nós resistimos, saímos às ruas, denunciamos, continuamos nossas batalhas pela educação pública, laica, universal e de qualidade socialmente referenciada!

Enfim século XXI, rompem-se os grilhões em várias direções e abrem-se novos e importantes desafios- no Plano Nacional de Educação em debate no Congresso, entre tantas metas destacam-se e a construção do Sistema Nacional de Educação, crescimento do investimento para 10% do PIB, a valorização do magistério- em termos salariais, de formação inicial e continuada, enfim condições de trabalho e de vida!

Valorizar – termo que define nosso maior desejo, posto que com ele possamos elevar a educação nos níveis que o país e povo desejam e precisam, longe da mediocridade, da violência e da teimosia em responsabilizar os mestres de toda sorte de problemas internos e externos à escola. Valorizar com o fim da intensificação do trabalho docente, com o cumprimento efetivo dos direitos assegurados pela CLT e pelas Convenções Coletivas de Trabalho, sem a avareza daqueles que querem fazer da educação uma mercadoria negociada na bolsa de valores.

Homenagear os valorosos mestres de ontem, de hoje e de amanhã, aqueles jovens que se inserirem em cursos de formação de professores, orgulhosos em fazer deste ofício seu projeto de vida!

Enfim, comemorar mais um dia dos professores e professoras, quando as flores e maçãs que as crianças do passado nos referenciavam nesta data, possam significar a alegria, as cores e a sedução pelo e para o conhecimento científico e para todas as manifestações culturais mais significativas de um povo soberano e feliz!

* Conceição Fornasari é professora da Unimep e diretora do Sinpro Campinas e da Fepesp.

Fonte: Sinpro Campinas

COMPARTILHE

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME