Só a luta muda a vida

286
0
COMPARTILHE

Por José Nivaldo Mota*

O imperialismo é o prelúdio da revolução socialista (Lênin, tomo XIX, pág. 71, prefácio de o Imperialismo, Fase Superior do Capitalismo).

Começo este pequeno artigo com o pensamento voltado para compreensão dos fatos que nos rodeiam, com uma enorme confusão política instaurada em nosso país, consequência do fim aparente de um ciclo politico iniciado em 2003 com Luiz Inácio “Lula” da Silva e o petismo.

Com o impeachment de Dilma, sacramentou-se a agonia de quase dois anos de intensos ataques e bombardeios midiáticos, combinada com uma forte presença de um seguimento do Judiciário, da Polícia Federal e outros, que colocaram na defensiva não somente um governo, mas também todo um pensamento de esquerda e progressista.

Apesar da contraofensiva burguesa e do próprio imperialismo mundial, capitaneados pelos Estados Unidos, os setores burgueses/conservadores encontram uma forte resistência dos povos do mundo inteiro, que não querem ser submetidos a um novo colonialismo, por isso lutam. Não existirá paz no mundo enquanto o capitalismo existir!

A necessidade de uma reorganização e fortalecimento do comunismo, a internacional, é fundamental. No ano passado, no final de outubro, tivemos o 18° Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários. O evento foi sediado em Hanói, Vietnã, e contou com a presença de 59 partidos e 108 delegados. O PCdoB esteve presente, com destacada participação. A luta se dá em nível internacional, seja aqui no Brasil, seja na Inglaterra, Iraque ou Venezuela. É preciso unificar os setores mais avançados da sociedade, com os comunistas na primeira linha deste chamado. Precisamos ganhar as consciências das mais amplas massas do povo!

Voltando para a nossa conjuntura política, com a vitória dos setores mais atrasados, conservadores, beirando o fascismo em alguns casos, quando do impeachment de Dilma, o nosso campo de atuação, vitorioso em 2002, desfaz-se com uma rapidez incrível! Se havia um centro na política neste período, ele foi ganho com todas as malas e cuias em 2016 para a direita mais conservadora.

Os setores golpistas não conseguem governar com tranquilidade, a crise política e financeira não foi fechada e estão longe de um desfecho favorável aqueles que usurparam 54 milhões de votos do povo brasileiro. Numa primeira sondagem para 2018, vê-se que esses setores não têm sequer uma candidatura competitiva para eleições presidenciais.

O PT, partido radical da socialdemocracia brasileira, com todos sabem, foi acusado de toda forma de corrupção, seus principais líderes foram praticamente desmoralizados via mídia e por um Judiciário seletivo. A derrota eleitoral do PT nas eleições municipais de 2016 evidenciava uma conjuntura muito difícil para o partido, embora as pesquisas indiquem uma vitória de Lula em 2018, precisamos separar as coisas: Lula é um mito e o PT de conjunto sabe disso!

Mais que derrotar grupos ou personalidades em 2018, ou mesmo nos cursos das lutas que o movimento de massas vai ter que se deparar este ano ainda, o fundamental é derrotar a agenda perversa e conservadora, que está sendo imposta pelo governo fantoche das elites e do imperialismo estadunidense,  essa é a tarefa de todos, porque só a luta muda a vida!
*José Nivaldo Mota é vice-presidente do Sinpro-AL e membro da Diretoria Plena da Contee

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here