Sinepe nega proposta de conciliação no TRT e não fecha acordo com os sindicatos em Santa Catarina

141
0
COMPARTILHE

No dia 16 de maio os sindicatos do estado e a federação reuniram-se com o Sinepe (sindicato patronal) numa audiência de conciliação sobre a Convenção Coletiva de Trabalho. A audiência de conciliação aconteceu no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), em Florianópolis.

A proposta da federação, discutida nas negociações anteriores junto aos sindicatos, foi de um percentual de 5,5% de reajuste salarial. O Sinepe, por sua vez, propôs 5,21% – a diferença de uma proposta para a outra é de 0,29%. A desembargadora do TRT propôs um meio termo, ou seja, um reajuste de 5,35%.

Esse percentual representa 0,15% a menos da proposta de 5,5% dos sindicatos e 0,14% a mais da proposta de 5,21% do Sinepe. Entretanto, o sindicato patronal não aceitou e a conciliação não ocorreu.

A inflação do período, medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), fechou em 4,69%. Com um reajuste de 5,35%, proposto na conciliação, os professores teriam 0,66% de ganho real.

As mensalidades nas instituições de ensino foram reajustadas entre 8,5% e 13%.

Negociação com Siacadesc

No mesmo dia também houve uma tentativa de conciliação entre a Feteesc (Federação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino do Estado de Santa Catarina), os sindicatos dos professores, entre eles o Sinproeste, e o Siacadesc (Sindicato Patronal de Academias de Ginástica, Educadoras Esportivas em Geral do Estado de Santa Catarina). A audiência de conciliação ocorreu no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), em Florianópolis.

A proposta dos sindicatos foi para reajustar os salários e pisos no valor no INPC (Índice Nacional do Preços ao Consumidor), mantendo as demais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) anterior. O percentual será fechado em maio. Já o sindicato patronal propõe reajustar o salário pelo valor do INPC, mas sem reajustar os pisos, e manter as demais cláusulas.

Ficou acordado que as partes estudarão as propostas e as cláusulas propostas para a nova CCT e, após, será agendada mais uma reunião, ainda sem data marcada.

Do Sinproeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here