Contra a Reforma Trabalhista, Sintep foi às ruas nesta sexta-feira

82
0
COMPARTILHE

Nesta sexta-feira 10, o SINTEP – Sindicato dos trabalhadores em estabelecimento privado de Alagoas- marcou presença no ato realizado em Maceió, mobilizado pelas Centrais Sindicais, denunciando o programa de reformas do ilegítimo governo Temer.

A reforma trabalhista trará consequências irreparáveis às condições dos trabalhadores brasileiros, pois além de diminuir direitos, fere a Constituição e a OIT -Organização Internacional do Trabalho-.

De acordo com Dilson Tenório, presidente do SINTEP Alagoas essa é “uma reforma que exclui o sindicato das negociações, fragilizando o trabalhador que, diante do patronato, não terá força suficiente para garantir os direitos e conquistar ganhos já que o negociado prevalece sobre o legislado”, o que fere a autonomia de todos os sindicatos. Portanto, completa Dilson que “não podemos esperar dias melhores diante dessa realidade que fraciona os trinta dias de férias e muitas outras concessões que irão tornar o trabalho escravo no Brasil”.

Dilson Tenório destaca que esse é “o momento de combater a reforma trabalhista que escraviza, mas, também continuar unindo a classe trabalhadora junto ao SINTEP e assim, fortalecer as mais diversas frentes de luta”. Para o dirigente, o papel do sindicato nunca foi tão importante.

Sinval Costa, presidente da CTB-AL, também marcou presença e garantiu que os trabalhadores são incansáveis na defesa de seus direitos e que as ruas sempre serão ocupadas pela bravura da força de trabalho que constrói o país: “nós estamos aqui para dizer que não aceitamos nenhum direito a menos. O governo Temer não tem nenhuma legitimidade para sangrar a classe trabalhadora desse país. Vamos lutar pela manutenção de nossos direitos!”

A concentração do ato se deu na Praça Sinimbu às 09h e seguiu até o calçadão do comércio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here