Educadores do continente americano condenam ação de Trump contra Cuba

Duas entidades intercontinentais de trabalhadores e trabalhadoras em educação, a Confederação de Educadores Americanos (CEA) e a Federação dos Sindicatos de Professores Universitários da América do Sul (FESIDUAS), que contam com a participação da Contee, emitiram nota conjunta condenando a inclusão da República de Cuba na lista de países patrocinadores do terrorismo elaborado pelo governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A Contee também manifesta seu apoio ao povo, aos trabalhadores e ao governo cubano que, com ousadia, desafiam os ditames norte-americanos no Continente.

Leia a íntegra da nota:

A Confederação de Educadores Americanos (CEA) e a Federação dos Sindicatos de Professores Universitários da América do Sul (FESIDUAS), em nome dos trabalhadores da educação que representam no continente, expressam seu repúdio e condenação à decisão do governo dos Estados Unidos de incluir Cuba na lista de países que promovem e patrocinam o terrorismo.

O final caótico e violento do governo Donald Trump acrescenta mais uma pérola com o anúncio de seu secretário de Estado, Mike Pompeo, quando fez este anúncio em 11 de janeiro de 2021, que infelizmente nos leva de volta aos piores tempos da Guerra Fria e dá um recuo muito importante no caminho percorrido há alguns anos para restabelecer e normalizar as relações entre Cuba e os Estados Unidos.

A CEA e a FESIDUAS, sempre condenaram o bloqueio a Cuba e não admitimos nem ingerências, nem sanções em qualquer sistema que se preze democrático. Por fim, queremos expressar nossa solidariedade aos educadores, representados pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores em Educação, Ciência e Esportes (Sntecd) e pela Central de Trabalhadores de Cuba (CTC), que há décadas enfrentam duras sanções contra seu governo e seu povo.

POR UM CONTINENTE QUE SEJA ZONA DE PAZ E DE COOPERAÇÃO ENTRE OS POVOS E AS NAÇÕES, SEMPRE JUNTOS!

Carlos Pompe

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo