Estudo indica recuo do índice de liberdade de expressão

12
0
SHARE

Relatório Agenda de Expressão (Expression Agenda ou XPA), elaborado pela organização não governamental Artigo 19, publicado nesta quarta (5) aponta que queda na liberdade de se expressar em ambientes online e em manifestações públicas.

Os dados indicam que o nível de liberdade de expressão tem declinado no mundo há dez anos. O Brasil é o 2º país – seguido de Uganda, Nicarágua, Turquia – em que as garantias para a liberdade de expressão mais decaíram nos últimos três anos.

Hoje, segundo a Artigo 19, a liberdade de expressão está no seu nível mais baixo em uma década.

Como se verifica?

A Artigo 19 explica que, para se chegar a essa conclusão, a organização considerou, em especial, os alarmantes os números de ataques a jornalistas em nível global: até agora 78 jornalistas foram mortos; 326 foram detidos (194 sob a acusação de terem enfrentado o Estado; 97% dos comunicadores presos trabalhavam em nível local; em média, 90% das agressões físicos contra jornalistas ficaram impunes.

“Há uma ascensão muito clara ao poder de homens com um viés autoritário, Donald Trump tem funcionado como uma figura na qual muitos governantes se inspiram. É um movimento político que pode se tornar mais presente nas democracias do mundo”, indicou Thomas Hughes, diretor executivo da Artigo 19, ao externar alerta sobre fenômeno que não tem poupado nem países que tradicionalmente tinham esses direitos muito protegidos, como os Estados Unidos.

Portal CTB – Com informações das agências

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here