FSM solidariza-se com camponeses paraguaios presos

75
0
COMPARTILHE

Uma delegação da Federação Sindical Mundial (FSM) visitou sete dirigentes camponeses presos ilegalmente na penitenciária Nacional de Tacumbú no Paraguai, entre eles o secretário-geral do Movimento Agrário do Paraguai (Moapa) Rubén Villalba.

Liderada pelo secretário-geral da FSM, George Mavrikos, a delegação [integrada por Ilias Blatas e pelo presidente da Confederação dos Trabalhadores do Equador, Edgar Sarango] manteve encontros com sindicatos e organizações sociais daquele país.

No dia 15 de maio, a Federação Sindical Mundial emitiu um pronunciamento, em Atenas (Grécia) sede oficial do organismo internacional, em solidariedade ao dirigente camponês de Curuguaty, Rubén Villalba (leia aqui a íntegra em espanhol).

George Mavrikos anunciou que será realizada uma campanha mundial pela liberdade dos camponeses paraguaios presos nos organismos nos quais a FSM atua e nas embaixadas paraguaias.

Do Portal CTB

COMPARTILHE

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME