Lula sugere que Moro se candidate por Chicago: “Nada a ver conosco”

Ex-juiz, responsável pela prisão do petista, teve seu registro de domicílio eleitoral negado pela Justiça eleitoral de São Paulo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do PT à Presidência da República, comentou, nesta quarta-feira (8/6), a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, que negou registro de domicílio eleitoral para o ex-juiz Sergio Moro (União). Irônico, o petista sugeriu que o ex-coordenador da Lava Jato, em Curitiba, tente se candidatar nos Estados Unidos, mais especificamente pela cidade de Chicago.

Lula alegou que, durante as investigações, Moro estava a serviço dos Estados Unidos, que tinham interesse na Petrobras.

“Eu acho que, como ele era representante do Departamento de Justiça do Estados Unidos aqui no Brasil, como ele era um porta-voz de algumas pessoas de lá, ele poderia ser candidato lá em Chicago. Porque esse cidadão não tem nada a ver conosco”, ironizou Lula em entrevista à rádio Itatiaia, do Vale do Aço mineiro.

“Esse cidadão, na minha opinião, induziu a imprensa brasileira à maior mentira do século 21. Ele induziu a sociedade brasileira acreditar em uma coisa que não existia. Lamentavelmente, isso vai demorar para ser apagado da história brasileira. Mas o tempo se encarrega de ver a verdade”, disse Lula.

decisão de rejeitar a transferência de domicílio do ex-ministro da Justiça de Curitiba para a capital paulista foi tomada na terça-feira (7/6). Com isso, Moro não poderá mais concorrer à vaga no Senado, por São Paulo. O ex-juiz não pretende recorrer.

Metrópoles

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

52  +    =  59

Botão Voltar ao topo