Ministério da Saúde notifica exatas 650 mil mortes pela covid

Em 12 de março, completam-se dois anos da primeira morte no Brasil. Ainda sob influência do feriado, média móvel diária cai para 509

O Brasil registrou nesta quarta-feira (2) 370 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 650.000 óbitos desde o início da pandemia, há dois anos. A primeira morte teria ocorrido o dia 12 de março de 2020, segundo o Ministério da Saúde.

Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 509, pelo cálculo do consórcio da imprensa. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -39%, indicando tendência de queda nos óbitos decorrentes da doença pelo segundo dia seguido.

A análise da média móvel deve ser feita com cautela devido ao feriado de carnaval. Como em muitos municípios há equipes trabalhando em escala de feriado, é comum que os registros sejam menores do que o esperado, o que gera um reflexo de acúmulo para os dias úteis posteriores. Na terça-feira da última semana, por exemplo, foram 839 mortes registradas em 24 horas (mais de 3 vezes o total desta terça).

O país também registrou 30.995 novos casos conhecidos de covid-19 em 24 horas, chegando ao total de 28.842.160 diagnósticos confirmados desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi a 50.543. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -57%, indicando tendência de queda nos casos da doença.

Em seu pior momento, a média móvel de casos superou a marca de 188 mil casos conhecidos diários, no dia 31 de janeiro deste ano (quase 2,5 vezes a média atual).

Estados

Amapá, Rio Grande do Norte e Roraima não registraram mortes nas últimas 24 horas. Rio de Janeiro não divulgou novos dados de casos e mortes nesta quarta até o fechamento do boletim.

Nenhum estado apresenta alta de mortes, enquanto 20 mais o DF estão em franca desaceleração de mortes. AL, PA, GO, PE, MS apresentam números estáveis.

Vacinação: 72,24%

Os dados do consórcio de veículos de imprensa desta terça-feira (1º) mostram que 155.194.905 pessoas estão totalmente imunizadas. Este número representa 72,24% da população total do país. A dose de reforço foi aplicada em 64.504.743 pessoas, o que corresponde a 30,03% da população.

A população com 5 anos de idade ou mais (ou seja, a população vacinável) que está parcialmente imunizada é de 86,25% e a população com 5 anos ou mais que está totalmente imunizada é de 77,54%. A dose de reforço foi aplicada em 39,87% da população com 18 anos de idade ou mais, faixa de idade que atualmente pode receber o reforço da vacinação.

Apenas o Amapá não divulgou dados de doses aplicadas em crianças até o momento. No total, 8.931.710 doses foram aplicadas em crianças, que estão parcialmente imunizadas. Este número representa 43,57% da população nessa faixa de idade que tomou a primeira dose.

Vermelho

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  +  41  =  45

Botão Voltar ao topo