Repúdio ao ataque fascista às universidades

45
0
SHARE

Policiais e fiscais de tribunais eleitorais investiram, nesta semana que antecede o segundo turno presidencial, contra universidades públicas, alegando suposta propaganda eleitoral irregular. No Rio de Janeiro, a Justiça chegou ao absurdo de ordenar que a Faculdade de Direito da UFF (Universidade Federal Fluminense) retirasse da fachada uma bandeira com os dizeres “Direito UFF Antifascista”.

Até a manhã desta sexta, 26, tiveram atividades interrompidas, material apreendido, foram notificadas pelo Ministério Público ou receberam a visita da polícia as universidades públicas: UFRRJ, UFPB, UERJ, UFU, UFAM, UCP, UniRio, UEPB, UFMG, UFG, UNEB, UCP, UFMS, UFRJ, UFERSA, Unilab, UFF, Unifei, UFBA, UFCG, UFMT, UENF, UEPA, UFGD, UNESP Bauru, UFSJ, UFRGS, UFFS e IFB.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino — Contee manifesta sua indignação com a arbitrariedade e se solidariza com diretores, professores, estudantes e funcionários das instituições agredidas. A escola, em qualquer nível, é lugar de debate, de aprendizagem, de democracia e liberdade. Quando um estabelecimento de ensino é alvo de uma ação fascista como esta, toda a Nação é atingida!

Abaixo o fascismo! Viva a democracia!

Brasília, 26 de outubro de 2018
Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino — Contee

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here