MAIO ANO V - #21
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 822
Segunda, 23 Novembro 2015 17:19

Conquista se faz com unidade

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

As vitórias obtidas pelos trabalhadores e trabalhadoras ao longo dos anos foram conquistadas a partir da luta coletiva e, da mesma forma, os novos desafios precisam ser enfrentados com unidade. Neste mês de maio de 2013, em que se comemorou não só mais um Dia do Trabalhador, mas também os 70 anos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) no Brasil, a CONTEÚDO traz novamente uma edição temática, desta vez dedicada à agenda trabalhista deste ano, às conquistas já garantidas – como a promulgação da PEC das Domésticas – e às batalhas que ainda temos pela frente.

 

Nesse sentido, procuramos contemplar, nas reportagens e reflexões das próximas páginas, cada uma das principais reivindicações dos trabalhadores e trabalhadoras expressas na pauta unificada das centrais sindicais, entre as quais a redução da jornada de trabalho para 40 horas sem perdas salariais, o fim do fator previdenciário, a igualdade de oportunidades entre homens e mulheres, a política de valorização dos aposentados, a ratificação da Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a regulamentação da Convenção 151. Isso sem deixar de refletir, é claro, sobre as questões pertinentes diretamente à categoria dos professores e técnicos administrativos do setor privado de ensino.

 

Demonstrando a maturidade dos trabalhadores e trabalhadoras e do movimento sindical, a incorporação dos pleitos pela aplicação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em educação e de 10% do orçamento bruto da União em saúde também está contemplada tanto na agenda trabalhista quanto nesta edição da CONTEÚDO, uma vez que a universalização da educação pública e do Sistema Único de Saúde são direitos que precisam ser assegurados aos trabalhadores.

 

Por acreditar que a luta de um trabalhador é a luta de todos os trabalhadores, nossa revista traz ainda reportagem, entrevista e artigo sobre a situação dramática vivida pelos trabalhadores em Portugal, onde a Contee esteve neste mês, frente às políticas de supressão de direitos que têm sido adotadas pelo governo português, assim como por diversos outros países, que usam a crise econômica mundial para justificar ataques aos trabalhadores e aos cidadãos.

 

Boa leitura!


Madalena Guasco Peixoto
Coordenadora-geral da Contee

Lido 106 vezes