Sinpro Campinas e Região participa de ato em defesa do INSS

71
0
COMPARTILHE

Servidores do INSS e sindicalistas protestaram na sexta-feira, dia 14, em vários estados contra o desmonte no órgão. Sem reposição dos trabalhadores que se aposentaram nos últimos anos, a população sofre com a precarização no atendimento. O resultado é a demora na concessão de benefícios como aposentadorias, auxílio-doença e salário maternidade, com fila que alcança quase 2 milhões de pessoas. Em Campinas, o ato aconteceu no centro da cidade, às 6:30, em frente a agência do Instituto. O Sinpro foi representado pelo presidente do Sindicato, Carlos Virgilio Borges, o Chileno.

Para o presidente do Sinpro, a volta das filas do INSS reflete no sucateamento do Instituto praticado pelo governo. “É urgente a realização de concurso público para novas contratações e não chamar militares para atenderem as pessoas. O Dia Nacional Contra o Desmonte do INSS, está ocorrendo no Brasil inteiro, é importante informarmos as pessoas do que está acontecendo, pois o que eles mais fazem é enganar o povo, mentir!”, afirma Chileno.

Em São Paulo, a mobilização contou com o apoio de todas as centrais sindicais. Os manifestantes se reuniram em frente à agência da Previdência que fica na rua Coronel Xavier de Toledo, nos arredores do Anhangabaú, e caminharam pelas ruas do centro até a Superintendência do INSS próxima ao viaduto Santa Efigênia.

Eles repudiaram as declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, que afirmou que os servidores públicos são “parasitas” que estariam provocando a morte do Estado. “Paulo Guedes presta atenção, o servidor não é parasita, não”, gritavam os manifestantes.

Do Sinpro Campinas e Região, com informações de Rede Brasil Atual

COMPARTILHE

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME