Sinpro/Caxias: Ministério da Saúde antecipa vacina para trabalhadores da educação

A pressão dos professores e demais trabalhadores(as) da educação foi intensa, alcançou autoridades políticas dos três poderes e teve resultado: a vacina está autorizada para esse público a partir da próxima remessa de imunizantes

“O Ministério da Saúde está antecipando a vacinação contra a Covid-19 para os profissionais da educação e já inicia paralelamente da população em geral por ordem decrescente de faixa etária. A pasta começará a enviar doses aos estados, de forma escalonada, para atender a esse público, juntamente com outros grupos prioritários definidos pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO).”

Esta é a abertura de matéria publicada no site do Ministério  às 12h30 da sexta-feira, 28 de maio. Um dia histórico para os profissionais da educação, que tanto reivindicaram por meio de suas entidades representativas  a prioridade na vacinação para viabilizar a segurança nas aulas e atividades presenciais.

Conforme o Programa Nacional de Imunização (PNI), a ordem será: creches, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA e, na sequência, trabalhadores da educação do ensino superior.

Paralelamente será iniciada a vacinação da população geral, entre 18 e 59 anos. Esse grupo poderá começar a ser imunizado de maneira escalonada e por faixas etárias decrescentes, desde que a vacinação dos grupos prioritários restantes seja mantida e cumprida, de acordo com a ordem estabelecida pelo PNO, destaca a informação oficial.

O Sinpro/Caxias defendeu desde o início da vacinação a necessidade de vacinar os docentes para garantir a segurança sanitária da comunidade escolar no retorno às aulas presenciais.

Do Sinpro/Caxias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

34  +    =  43

Botão Voltar ao topo