Sinpro Goiás: Outubro Rosa é o mês de conscientização e combate do câncer de mama

59
0
SHARE

câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres do mundo. O que muitas não sabem é que conhecer e cuidar do próprio corpo é fator fundamental na prevenção e controle da doença, cujo tratamento é feito gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Por isso, o Outubro Rosa quer mobilizar o público sobre a importância do tratamento, além da mulher ser protagonista da sua saúde com a prática de hábito saudáveis.

Outra recomendação importante é que todas as mulheres com idade entre 40 a 69 anos devem fazer a mamografia, exame que detecta o câncer de mama em sua fase inicial.

Confira abaixo alguns mitos e verdades sobre a doença e tire suas dúvidas: 

Existem casos de câncer de mama na minha família. Por isso, corro mais riscos de desenvolver a doença.

Verdade. As mulheres que têm parentes com câncer de mama, especialmente mãe ou irmã, devem ficar atentas. Para esse grupo, é importante ter um acompanhamento médico e fazer a mamografia a partir dos 35 anos.

Não existem casos de câncer de mama na minha família e por isso não tenho risco de ter a doença?

Mito. Qualquer mulher pode desenvolver o câncer de mama e, por isso, é fundamental manter hábitos de vida saudáveis. Praticar atividade física, manter uma alimentação balanceada, não fumar e reduzir o consumo de álcool são importantes fatores que contribuem na prevenção do câncer.  Além disso, para as mulheres na faixa etária entre 40 a 69 anos, é fundamental fazer a mamografia, exame que detecta o câncer de mama em sua fase inicial.

As mulheres que fazem o autoexame não precisam da mamografia?

Mito. Fazer o autoexame é importante, mas a prática não é capaz de detectar alguns tipos de tumores, principalmente os que estão em fase inicial e que têm maiores chances de cura. Através da mamografia, a mulher poderá obter um diagnóstico precoce e preciso do câncer.

Alguns tipos de alimentos estão relacionados ao câncer?

Verdade. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), alguns tipos de alimentos, se consumidos regularmente durante longos períodos de tempo, podem criar no organismo um ambiente propício para o desenvolvimento de células cancerígenas. Estão nessa lista os alimentos ricos em gorduras, como as frituras, carnes vermelhas, molhos com maionese, bacon, leite integral e derivados, presuntos, salsichas, linguiças, mortadelas e outros embutidos.

Praticar atividade física regularmente ajuda a prevenir o câncer de mama?

Verdade. Cerca de 30 minutos de caminhada por dia ajudam na prevenção de várias doenças, incluindo o câncer. De acordo com o Inca, por meio da atividade física, da alimentação saudável e da nutrição é possível reduzir em até 28% o risco da mulher desenvolver o câncer de mama.

Próteses de silicone podem estar relacionadas ao câncer de mama?

Mito. As próteses de silicone não podem facilitar o surgimento do câncer de mama. No entanto, existem outros fatores que estão ligados à doença, como alimentação, cigarro, obesidade e casos de câncer de mama na família.

A terapia de reposição hormonal pós-menopausa pode ser um fator de risco para o câncer de mama?

Verdade. Mulheres que fazem a reposição hormonal por mais de cinco anos (estrogênio-progesterona) na pós-menopausa devem ficar atentas para o câncer de mama. De acordo com o Inca, existem outros fatores de risco para o câncer, como idade da primeira menstruação menor que 12 anos, menopausa tardia (após os 55 anos), primeira gravidez após os 30 anos e não ter tido filhos.

Do Sinpro Goiás

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME