Sinpro-JF: Atraso de salários tem sido recorrente no Instituto Metodista Granbery

21
0
SHARE

O Sinpro-JF divulgou nota sobre o atraso recorrente dos salários dos professores do Granbery, confira:

“Os professores do Instituto Metodista Granbery, que começaram 2019 enfrentando o atraso dos salários de dezembro, novamente voltam a ser penalizados pela instituição.

Mais uma vez, por meio de uma nota de três linhas, sem qualquer explicação, o Granbery informa que os salários, que deveriam ser quitados no quinto dia útil de março, só serão acertados no próximo dia 29. A prática, que se tornou recorrente, além de inadmissível, é vexatória.

O mais do que merecido reconhecimento que o Granbery possui no setor da educação privada, em Juiz de Fora, deve-se ao trabalho árduo dos educadores e dos funcionários da instituição. Causa absoluta indignação que o pagamento desses trabalhadores, que dependem das remunerações para a sobrevivência, não seja feito de forma correta, submetendo a categoria à situação de extrema apreensão.

Nosso pleito é mais do que justo. Contamos com o apoio de toda comunidade escolar para para que nossa luta – pela regularização da situação e pelo direto dos trabalhadores de receber em dia – avance!

Juiz de Fora, 12 de março de 2019.”

Do Sinpro-JF

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here