Sinpro-JF: Reforma da previdência de Zema ataca trabalhadores do serviço público

97
0
COMPARTILHE

Leia na íntegra a manifestação da direção do sindicato:

“A direção do Sinpro-JF repudia com veemência a reforma da previdência do Governo Zema, aprovada, em primeiro turno, pela Assembleia Legislativa na tarde de hoje, 1º, por 51 votos contra 19.

As mudanças retiram direitos dos trabalhadores do serviço público estadual e atingem, principalmente, as mulheres, com aumento do tempo de serviço.

A proposta não foi sequer discutida com as categorias, sendo aprovada em meio ao agravamento da pandemia de coronavírus.

Trabalhadores que se organizaram para protestar pacificamente na manhã de hoje, com faixas contrárias à reforma, se depararam com um absurdo aparato policial na ALMG.

O Sinpro-JF expressa indignação diante de mais uma injustiça contra servidores que exercem suas atividades com sacrifício para assegurar o bem estar da população, mas que são penalizados pelo Governo Zema com mais esse ataque sem precedentes ao seu direito à aposentadoria!

Entre os deputados, com domicílio eleitoral em Juiz de Fora, que votaram a favor da reforma da previdência de Zema, estão Noraldino Júnior e Delegada Sheila. O deputado Betão votou contra a proposta e pela manutenção dos direitos dos trabalhadores do serviço público.

Juiz de Fora, 1º de setembro de 2020”.

Do Sinpro-JF

COMPARTILHE

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME