Sinpro-JF repudia posicionamento do Caes

18
0
COMPARTILHE

Por Anelise Medina

“Em nota de quatro linhas publicada no Instagram, no dia 24 de março, o Colégio e Curso Caes defende o retorno às aulas em meio ao agravamento da pandemia de coronavírus em Juiz de Fora.

A postura do estabelecimento de ensino é gravíssima.

A comunidade escolar precisa estar alerta aos desdobramentos dessa situação, denunciando a conduta perigosa da instituição.

O posicionamento do Caes contraria médicos e especialistas, o Ministério da Saúde e a Organização Mundial de Saúde.

A recomendação de distanciamento social é consenso entre autoridades de saúde de todo mundo.

As experiências que obtiveram mais sucesso, até o momento relatadas pelos países, na redução da velocidade de transmissão do coronavírus para evitar o colapso do sistema de saúde, incluíram a prática do distanciamento social, e por consequência, a suspensão das aulas.

As instituições de ensino são focos de contágio por promoverem aglomeração, contato próximo e trânsito de diferentes pessoas. Pesquisas indicam que indivíduos assintomáticos são responsáveis por grande parte da propagação do vírus.

Causa espanto o fato de um estabelecimento de ensino desprezar informações científicas, que resguardam a saúde de alunos, famílias, funcionários e professores. Você levaria um filho na escola nessas condições?

O sindicato informa que está acompanhando a situação e avaliando todas as medidas legais cabíveis nesse momento.

Juiz de Fora, 25 de março de 2020

Do Sinpro-JF

COMPARTILHE

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME