Sinpro Macaé e Região: Nota aos/às trabalhadores/as

31
0
SHARE

O Sindicato dos Professores da Rede Particular de Ensino de Macaé e Região (Sinpro Macaé e Região) está atento a venda de algumas escolas particulares para grandes empresas de Sistemas de Ensino. Para alguns, essa preocupação pode ser prematura, mas nós já sabemos que estes sistemas de ensino, que se fortalecem economicamente e tratam a educação cada vez mais como mercadoria, ocasionam a redução da disponibilidade de recursos, redução da capacidade de se pensar/planejar localmente, ou seja, redução da autonomia dos professores.

Há que se pensar que a venda das instituições para estes grupos é livre. Contudo, essa padronização e “praticidade” que algumas destas empresas adotam na sua política do lucro na educação, não pode significar a perda dos já conquistados direitos dos professores e professoras, tampouco resultar em demissões dos postos de trabalho aqui existentes.

Além disso, ficaremos atentos também no direito de adaptabilidade e acessibilidade para uma política educacional local, o que não é contemplado muitas vezes dentro da padronização dos materiais oferecidos e das orientações técnicas já prontas repassadas para a equipe. O professor e a professora que estão aqui em nossa região, construindo essa educação que valoriza a formação de cidadãos conhecedores de suas particularidades e sua história, precisam ser respeitados dentro deste processo.

Esta preocupação é válida, pois o que vemos na realidade de mercado, quando são dotados estes sistemas de ensino, é uma diminuição dos mecanismos de participação democrática e o enfraquecimento dos profissionais locais que atuam para a formação desta base educacional. Não podemos aceitar que o planejamento pedagógico seja centralizado por profissionais destas empresas, que muitas vezes, nem conhecem a realidade dos municípios onde entram.

O Sinpro está atento, mas os profissionais da educação que atuam nestas escolas também precisam estar. Qualquer denúncia deve ser enviada para o Sindicato por meio do Whatsapp 22 99238 3413 ou pelo e-mail contato.sinpromacaeeregiao@gmail.com.

Do Sinpro Macaé e Região

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME