Sinpro Minas: Janeiro Branco – quem cuida da mente, cuida da vida

250
0
COMPARTILHE
Reprodução

Refletir sobre a vida, a qualidade das relações afetivas, sociais e sobre a saúde mental individual e coletiva. Esses são alguns dos objetivos da campanha “Janeiro Branco”, que há cinco anos coloca esses temas em máxima evidência durante o primeiro mês do ano, em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade.

A campanha tem o objetivo de sensibilizar as mídias, instituições sociais, públicas e privadas, bem como os poderes públicos e privados sobre a importância de projetos estratégicos, políticas públicas, recursos financeiros, espaços sociais e iniciativas socioculturais empenhados em valorizar e em atender as demandas relacionadas ao universo da saúde mental.

O Sinpro Minas adere a essa campanha por acreditar que a saúde mental é um direito e deve também ser construído a partir das relações sociais. Em um sistema cada vez mais excludente e desigual, sabemos o quanto os transtornos mentais têm ocupado os principais indicadores de doenças no Brasil e no mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão em todo o mundo. Trata-se de um transtorno mental frequente, que é a principal causa de incapacidade, pauta de destaque quando se fala em saúde da mente.

No mundo do trabalho, sabemos o quão forte são as consequências de uma lógica que invisibiliza as subjetividades. Pressão, cobrança, assédios e um crescente atropelo de direitos. E a categoria docente tem sofrido diretamente os impactos dessa realidade, já que é crescente o número de professores e professoras afastados/as por questões psicológicas. Assim, para o Sinpro Minas, fortalecer essa campanha é também lutar pela valorização e qualidade de vida dos/as trabalhadores/as.

Durante este mês de janeiro, vamos divulgar pequenos vídeos com reflexões sobre a saúde mental em nossa sociedade. Convidamos a todos e todas ao debate sobre o cuidado com a mente e com as emoções e que essa construção também seja feita com aqueles/as que estão ao nosso lado. Cuidar da mente é um passo fundamental na luta por um mundo mais igualitário e justo.

COMPARTILHE

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME