Sinpro Minas: Repúdio à postura da CNEC

82
0
COMPARTILHE

Lamentavelmente, há meses, o Sinpro Minas, estudantes, professores/as, pais e mães denunciam a postura da rede Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC), em todo o estado de Minas Gerais. Demissões, negligência com acertos rescisórios, atraso nos pagamentos e salas virtuais lotadas são algumas das irregularidades que a instituição tem cometido.

Já são quase seis meses de isolamento social, em que o contexto da pandemia coloca diversos desafios a toda comunidade escolar. Ainda assim, a instituição mantém uma postura que desvaloriza o trabalho docente e consequentemente compromete a construção de uma Educação de qualidade.

Diante de tantos ataques aos/às professores/as e estudantes, o Sinpro Minas conta com o apoio de toda a comunidade escolar em defesa dos nossos direitos. Confira e compartilhe nossa carta aberta:

Carta aberta à comunidade escolar da Rede CNEC

A pandemia da Covid-19 transparece a forma como algumas escolas particulares tratam o ensino. O não compromisso com a educação ficou evidente quando a escola, preocupada só com o lucro, trata a educação como negócio.

A Rede CNEC vem, há muito tempo, descumprindo direitos dos/as trabalhadores/as e, em plena pandemia, demite vários/as professores/as sem nenhuma perspectiva de acerto. Trata a educação como mercadoria.

O Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais, Sinpro Minas, vem a público denunciar os descumprimentos da Rede CNEC de Ensino em todo o Brasil. Especificamente em Pirapora e Várzea da Palma, no Norte de Minas Gerais, ocorreram várias demissões sem acertos rescisórios e sem garantia de outros direitos. Depois de várias tentativas de sanar os descumprimentos, as irregularidades persistem. O Sindicato, então, entrou com representação judicial para garantir os direitos dos professores.

É fundamental destacar que a qualidade na educação perpassa, necessariamente, pela valorização dos/as professores/as, responsáveis pela formação dos/as estudantes. No processo pedagógico, toda a comunidade escolar tem importância. No cenário atual, os alunos convivem com alternância de professores e salas virtuais lotadas, o que gera prejuízo à qualidade do curso, bem como desgaste para os/as professores/as que permanece com poucos recursos de trabalho. Dessa forma, o Sinpro Minas exige da direção da CNEC respeito aos professores e alunos. Exigimos que a escola reverta as demissões ou faça o acerto rescisório e cumpra a garantia de todos os direitos dos professores.

Do Sinpro Minas

COMPARTILHE

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME