Sinpro Pernambuco: Auditoria do trabalho fiscaliza escolas particulares

No início da semana, o Sinpro Pernambuco recebeu a notícia sobre as denúncias encaminhadas a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), sobre os descumprimentos de algumas escolas particulares, sobretudo no que diz respeito aos cuidados e protocolos sanitários, no contexto da volta às aulas presenciais.

E diante do conjunto das denúncias encaminhadas, a auditoria da SRTE apresentou ao sindicato as notificações e resultados das fiscalizações feitas em algumas escolas particulares na região metropolitana do Recife.

Um dos resultados mais curiosos se deu em uma grande escola situada no bairro de Boa Viagem, bastante conhecida, diga-se passagem, e que sua direção afirmou que ela e o conjunto dos estabelecimentos de ensino privado estavam prontos para receber seus estudantes.

Pois bem, justamente a escola de Boa Viagem, teve que explicar o porquê do não cumprimento dos protocolos mínimos de segurança, principalmente no que diz respeito a higienização dos aparelhos de ar condicionados das salas.

Ora, se a grande escola de Boa Viagem não está cumprindo os protocolos mínimos de higienização, nesse contexto de pandemia, imaginem outras escolas menores?

Quando a direção do Sinpro Pernambuco defendeu a opinião do não retorno, foi porque, temos conhecimento de causa, principalmente de como se estabelece o cotidiano dessas instituições, das menores às grandes escolas.

Professores(as), qualquer dúvida, entre em contato com o sindicato! Estamos firmes na defesa dos direitos e da integridade da nossa categoria.

Do Sinpro Pernambuco

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo