Sinpro Pernambuco: Em plena pandemia, escolas particulares continuam a abrir suas portas

Seguindo o roteiro estipulado pelo governador Paulo Câmara, as escolas particulares, na terça-feira (17), abriram suas portas e retomaram às aulas presenciais com as turmas do ensino fundamental.

Uma decisão que vai pôr em risco, a vida e a saúde de muitos estudantes e profissionais da educação em todo estado.

Os números referentes ao contágio da Covid-19 vêm crescendo e, com a retomada das diversas atividades econômicas, é visível a circulação de mais pessoas nas ruas e em centros comerciais. Infelizmente, também é perceptível um relaxamento com os cuidados e distanciamento. O que amplia o perigo e a capacidade de circulação do vírus.

Frente a esse quadro preocupante, as escolas particulares continuam a abrir suas portas, se tornando espaços potenciais à propagação da Covid-19.

Algumas evidências já mostram que os riscos estão postos, haja vista a ocorrência de contágios em algumas escolas que restabeleceram as aulas presenciais com as turmas do ensino médio.

Algumas dessas instituições chegaram a tentar ocultar os casos ocorridos em suas dependências, obrigando o sindicato a encaminhar denúncias e a cobrar responsabilidade dos órgãos competentes, visando assim a proteção da comunidade escolar.

O Sinpro Pernambuco continua preocupado com a integridade dos professores e professoras que estão sendo conduzidos(as) ao retorno das aulas presenciais e se coloca, mais uma vez, como apoio para que a categoria possa procurar seus direitos.

Por fim, continuamos firmes na luta e entendendo que o retorno das aulas presenciais, nesse âmbito da pandemia, permanece sendo um equívoco que pode acarretar o aumento no contágio da Covid-19 no estado.

Do Sinpro Pernambuco

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo