Sinpro Rio denuncia tentativa de golpe contra professores e alunos do Ibeu

671
0
COMPARTILHE

O Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região (Sinpro Rio), entidade filiada à Contee, recebeu no início deste semana e-mail assinado pelo presidente do Ibeu informando que os professores passariam a ser representados pelo Senalba e não mais pelo Sinpro Rio. Além disso, os trabalhadores perderão o título de “professor”, passando a ser chamados de “educadores”.

O Sinpro Rio divulgou em seu portal uma lista de consequências para os trabalhadores, que inclui: redução de salários, uma vez que os pisos dos trabalhadores envolvidos na Convenção Coletiva de Trabalho assinada pelo Senalba, é de R$ 13,08 por aula (bem inferior aos pisos do Ibeu); perda da estabilidade pré-aposentadoria; adicional por tempo de serviço; auxílio-creche; plano de saúde; ticket refeição; entre outras.

A diretoria do Sinpro Rio já se prontificou a tomar todas as medidas cabíveis (políticas e jurídicas) para barrar as mudanças e convocou reunião com os professores do Ibeu para hoje (1º), às 16h, na sede do Sindicato.

A Contee reafirma a luta em defesa dos trabalhadores em educação e denuncia atitudes como essa que visam a retirar conquistas e direitos, tratando a educação como mera mercadoria.

 

Com informações do Sinpro Rio

COMPARTILHE

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME