Sinpro-Sorocaba: Município libera vacina contra gripe para toda a população com idade acima de seis meses a partir deste sábado (25)

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), seguindo recomendação do Ministério da Saúde, libera, para toda a população com idade acima de seis meses, a vacina contra a gripe (Influenza), a partir deste sábado (25). A população, contudo, pode ficar tranquila e procurar os postos com calma e sem aglomerações, pois, após essa data, a imunização contra a gripe para toda a população acima de seis meses de idade seguirá semanalmente, segundo o calendário misto de vacinação, que prevê a imunização contra a gripe (Influenza) sempre às terças e quintas-feiras, em todas as 33 UBSs da cidade.

As unidades que disponibilizarão a aplicação neste sábado (25), das 8h às 16h, são 14: UBS Vila Angélica; UBS Vila Barão; UBS Cerrado; UBS Éden; UBS Escola; UBS Vila Haro; UBS Vila Hortência; UBS Maria do Carmo; UBS Nova Esperança; UBS Paineiras; UBS Sabiá; UBS Sorocaba 1; UBS Ulisses Guimarães e UBS Vitória Régia.

No caso da aplicação para crianças com idade entre 5 e 11 anos, deve respeitar o intervalo de, no mínimo, 15 dias da aplicação da vacina contra a Covid-19.

Também seguirão sendo imunizados contra a gripe idosos com 60 anos ou mais; profissionais da Saúde; gestantes e puérperas; população indígena; comunidades tradicionais quilombolas; professores, demais profissionais da Educação e equipe escolar (merendeiras, auxiliares de educação, administrativos, inspetor de alunos, auxiliar de limpeza, entre outros); caminhoneiros; trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longo curso; trabalhadores portuários; forças de segurança e salvamento; forças armadas; funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e adolescentes e jovens sob medida socioeducativa; pessoas com deficiência e pessoas com comorbidades (veja a relação de comorbidades definida pelo Ministério da Saúde).

No ato da vacinação, é obrigatória a apresentação de documento de identidade com foto e da Carteira de Vacinação da pessoa a ser vacinada. No caso dos profissionais da Saúde e da Educação, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas e funcionários do sistema prisional também é preciso apresentar comprovante de vínculo empregatício. Já as pessoas com deficiência precisam igualmente apresentar laudo ou relatório médico.

Do Sinpro-Soocaba

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8  +  2  =  

Botão Voltar ao topo