SinproABC: Sindicatos apresentam reivindicações; patronal reclama da economia

10032022 SUPERIORForam iniciadas hoje (10/03) as negociações da Campanha Salarial 2022 do Ensino Superior privado em São Paulo, com reunião em formato híbrido entre os representantes das mantenedoras e a comissão de negociadores dos sindicatos.

A Fepesp insistiu que o setor patronal encaminhe a resposta à pauta de reivindicações de professores e auxiliares de administração escolar até a próxima segunda feira (14/3) para dar consequência às negociações.

Neste primeiro encontro, ficou estabelecido o reconhecimento da data base das categorias em 1º de março, mas o lado patronal negou-se a aceitar acordo pelo julgamento pela Justiça do Trabalho em caso de impasse nas negociações.

As mantenedoras abriram a negociação reclamando, mais uma vez, da situação econômica do país. Já os sindicatos lembraram como os educadores enfrentaram a pandemia em aulas remotas com seu próprio equipamento, no ‘ensalamento’ de alunos de turmas e séries diversas criando salas de aula com centenas na audiência, e na precarização do ensino superior privado de forma geral.

A negociação prossegue com nova sessão marcada para a quarta-feira, dia 16. Participam da comissão de negociação dos sindicatos integrantes da Fepesp Ademir Rodrigues/Sintee Presidente Prudente, Conceição Fornasari/Sinpro Campinas, Edilene Arjoni/Sinpro ABC, Luis Antonio Barbagli/Sinpro SP, Walter Alves/Sinpro Santos, com a coordenação de Celso Napolitano/Fepesp.

Do Sinpro ABC

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9  +  1  =  

Botão Voltar ao topo