Sinproep-DF: Rede de escolas de padrão militar continua pagando salários com atraso

14
0
SHARE

Apesar das inúmeras notificações feitas pelo Sinproep-DF, a rede Colégio Marechal Duque de Caxias continua desrespeitando os docentes que laboram na instituição, com atrasos permanentes de salários, além das reclamações recorrentes da falta de registro da Carteira de trabalho.

Os professores, professoras e coordenadores do CMDC estão preocupados e inseguros com a indefinição da empresa que, até o momento, não estabeleceu a forma de relação de trabalho e tem aventado a hipótese de Contratos Temporários, contratação como Micro Empresário Individual, pejotização, ou proposta de cotistas para seus empregados, em que o trabalhador não tem diretos trabalhistas, formas não permitidas pela Convenção Coletiva de Trabalho em vigor.

A diretoria do Sindicato tem feito gestões junto à direção da rede CMDC para solucionar as pendências legais de seus docentes e como não teve êxito até agora, solicitou a mediação do Ministério Público do Trabalho (MPT), que marcou audiência para os próximos dias, quando serão apreciadas as irregularidades cometidas pela instituição.

A Rede Colégio Marechal Duque de Caxias começa mal a sua trajetória no ensino do Distrito Federal, afrontando os direitos dos trabalhadores da educação, e também, demonstra um desrespeito aos pais dos alunos, que arcam com altos valores das mensalidades cobradas pela instituição.

Os salários que devia ter sido pagos até o quinto dia útil do mês de maio, foram quitados parcialmente, o que dá direito aos docentes a cobrarem da rede CMDC, multa pelo atraso, além de ações de assédio moral e danos morais contra a empresa.

Do Sinproep-DF

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here