Fepesp: Greve de professores na Unib —todos à audiência pública!

Universidade Ibirapuera não paga, falta com respeito ao Tribunal do Trabalho

Nesta segunda-feira, dia 05, às 19h, a Assembleia Legislativa realiza audiência pública para tratar da crise na Unib. A audiência foi requerida pelo deputado Carlos Giannazi (Psol), que tem dado todo apoio aos professores e ao SinproSP.

Professores em greve convidam a todos –  alunos, seus familiares e a comunidade envolvida nos afazeres da universidade –  a participar deste encontro.

Assembleia – Os professores da Unib, em greve por pagamento de salários e direitos, reuniram-se em assembleia nesta sexta-feira, 02/09, para discutir o andamento de sua paralisação após a audiência realizada no Tribunal Regional do Trabalho na manhã da quinta-feira, dia 1º. Na ocasião, o patronal apenas demonstrou seu desprezo pela Justiça e a falta de caráter de seus proprietários, pois compareceram à audiência sem qualquer proposta de solução de suas graves pendências.

A representante da Unib na reunião apenas apresentou um calhamaço que disse conter recibos de depósitos de pagamentos e copias de holerites, que estão sendo verificados e analisados pelo Departamento Jurídico do Sinpro SP, para apresentação de nossa réplica ao Tribunal.

Deputados pedem informações sobre a Unib ao MEC – Os deputados Tábata Amaral (PSB/SP), Alessandro Vieira (PSDB/SE) e Felipe Rigoni (União/ES) enviaram ofício ao ministro da Educação, Victor Godoy Veiga, solicitando informações sobre denúncias de irregularidades cometidas pela Universidade Ibirapuera e qual o procedimento adotado pelo Ministério em relação a essas denúncias. Indagam, ainda, como a instituição tem sido fiscalizada e monitorada em relação ao cumprimento das legislações.

Professoras e professores da Unib encontram-se em greve desde o dia 09 de agosto, por atraso no pagamento dos salários, não recolhimento da contribuição previdenciária, falta de depósitio do FGTS, entre outros graves problemas.

Estudantes da Unib se mobilizam em apoio à greve dos professores – Alunas e alunos de diversos cursos da Universidade Ibirapuera estão se organizando em solidariedade às professoras e professores, em greve desde o dia 09 de agosto. Eles disponibilizaram um abaixo-assinado no Google, no qual cobram os salários de seus professores e também denunciam a falta de comunicação e transparência da mantenedora.

Assine o abaixo assinado em apoio aos professores da Unib aqui!

Da Fepesp

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8  +  2  =  

Botão Voltar ao topo