Ataques a Manuela d’Ávila não podem ficar impunes

Contee manifesta solidariedade à ex-deputada gaúcha do PCdoB e cobra rigor nas investigações

A Contee, através da Secretaria de Defesa das Diversidades, Direitos Humanos e Respeito às Etnias e Combate ao Racismo, vem manifestar seu repúdio às constantes ameaças e ataques proferidos contra a ex-deputada Manuela d’Ávila (PCdoB/RS), que, além de inaceitáveis, são criminosos e não podem ficar impunes.

Não é a primeira vez que, no País, tentam calar a voz de uma liderança política que representa a luta pela igualdade social e por mudanças na sociedade brasileira. Não é a primeira vez que esses atos caem fortemente sobre a figura de uma mulher e de sua família. Por pedaladas fiscais se destituiu, num show de horrores, uma presidenta legitimamente eleita. Por direitos humanos, se matou uma vereadora negra também legitimamente eleita, cujo assassinato permanece impune.

Ataques como os que Manuela vem sofrendo precisam ser investigados e punidos com o rigor da lei. Até quando o País vai se calar ou minimizar ameaças? Até quando andaremos com medo? Quando haverá democracia e segurança para se falar, para ir e vir, para lutar e se manifestar?

A Contee manifesta solidariedade a Manuela e sua família e afirma que, no País que queremos, não há espaço para misoginia e crimes de ódio.

Margot Andras, Coordenadora da Secretaria de Defesa das Diversidades, Direitos Humanos e Respeito às Etnias e Combate ao Racismo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2  +  3  =  

Botão Voltar ao topo