Terror e vandalismo nada têm a ver com liberdade de expressão

Processar e punir todos que praticaram esses e outros atos que ameaçam a democracia brasileira é deve do Estado Democrático de Direito

Sob o beneplácito das forças de segurança do GDF (Governo do Distrito Federal), grupelhos extremistas bolsonaristas tocaram o terror e praticaram atos de vandalismo no centro da capital federal, na última segunda-feira (12).

A Contee condena com veemência esses atos. Desde a vitória, em outubro de 2018, até os estertores, o governo Bolsonaro, de triste memória, sempre ameaçou e segue ameaçando o Estado Democrático de Direito. As instituições precisam punir esses terroristas e também quem está por trás desses. Eles têm chefes e líderes.

Não se pode permitir que extremistas, sob o manto da democracia, do Estado de Direito e da liberdade de expressão, se valham dessas prerrogativas garantidas pela Constituição de 1988 para ameaçar as liberdades democráticas, conquistadas à duras penas pela sociedade brasileira.

Em razão disso, a Contee apoia integralmente as ações e decisões do STF, do MPF e da PF que confrontam esses golpistas. A democracia custou caro ao povo brasileiro. Defendê-la é dever de todas e todos, indistintamente.

Brasília, 16 de dezembro de 2022.

Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino – Contee   

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3  +  3  =  

Botão Voltar ao topo