Novos jovens eleitores estarão contra Bolsonaro, aposta presidente da Ubes

“Foram mais de dois milhões de novos eleitores. Vamos vencer nas urnas e tirar Bolsonaro da Presidência”, comemorou Rozana Barroso

A presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Rozana Barroso, recebeu com entusiasmo o número recorde de novos eleitores entre 16 a 18 anos que tiraram o título e estão aptos a votar no dia 2 de outubro. “Foram mais de dois milhões de novos eleitores. Vamos vencer nas urnas e tirar Bolsonaro da Presidência”, comemorou a líder estudantil.

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgados nesta quinta-feira (5), 2.042.817 fizeram suas inscrições entre janeiro a abril deste ano. O número é 47,2% maior em relação ao mesmo período das eleições de 2018 e de 57,4% a mais se comparado aos primeiros quatro meses do ano do pleito de 2014.

“Ver mais jovens tirarem o título nos dá esperança de ter uma juventude aguerrida e organizada no período para votar contra Bolsonaro”, disse Rozana ao Portal Vermelho. A certeza disso, segundo a líder, deve-se a campanha realizada em todo o país pela Ubes com bancas nas escolas e nas ruas.

“Primeiros nós começamos essa campanha preocupados com a baixa adesão da juventude para tirar e regularizar o título. Nossa campanha de conscientização foi exatamente trazer esperança para esses jovens desesperançosos”, explicou.

“Título na mão para tirar o vacilão” foi o tema usado na propagação. A partir daí a entidade procurou apoio de diversos influenciadores e artistas como Anita e a vencedora do BBB Juliette. Deu certo. O número de adesão foi crescente.

“A gente tem muita esperança de que esses novos eleitores, em maioria, defenderão o Brasil nas urnas contra Bolsonaro. Porque a nossa campanha teve muito essa pegada”, disse. Ela também lembrou que as pesquisas eleitorais indicam que ele perde no público jovem.

Na reta final do prazo para tirar o título eleitoral, a presidente da Ubes afirmou que houve o chamado “gás final” da campanha com impulsionamento nas redes e contatos com os influenciadores.

“Então, tenho certeza de que a nossa campanha foi essencial para isso, inclusive a gente chega no final com a avaliação de que essa foi a maior campanha pela tiragem do título de eleitor dos últimos anos. Com certeza, a gente acredita que vitória de ter hoje mais jovens eleitores é muito por conta dessa campanha de conscientização, da importância da democracia nesse momento difícil. Mais do que isso: de ver jovens tendo no voto a esperança de transformar sua realidade”, concluiu.

Vermelho

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14  +    =  22

Botão Voltar ao topo