Valorização dos técnicos administrativos é realçada no Conatee

No debate sobre organização, relações sindicais e Direito do Trabalho realizado na tarde deste sábado, 24, no 10º Congresso Nacional da Contee ganhou relevância a valorização dos técnicos administrativos dos estabelecimentos de ensino, representados pela Confederação. Segundo Ademar Scarbossa, coordenador da Secretaria de Previdência, Aposentados e Pensionistas, e um dos expositores do tema, os técnicos administrativos “devem ser e são, na Contee, contemplados por políticas específicas e inclusivas, até nas instâncias de poder da entidade”.

O coordenador da Secretaria de Organização Sindical, Oswaldo Teles, não pode participar da mesa que coordenou os trabalhos, por estar acometido pela covid. Allyson Mustafa, coordenador da Secretaria de Políticas Sindicais, e Nara Teixeira de Souza, coordenadora da Secretaria de Relações do Trabalho apresentaram, com Ademar, a avaliação do tema feita pela Diretoria Executiva.

Allyson refletiu que “os sucessivos golpes aos trabalhadores e ao movimento sindical, como reforma trabalhista e reforma da Previdência e de Temer e Bolsonaro, tiveram a firme oposição da Contee e das entidades, que atuaram para elucidar os trabalhadores sobre o que estava em jogo com essas medidas e também fizeram gestões no Parlamento e no Judiciário para barrá-las. Mas o enfretamento e esforços contra as reformas não foram suficientes para impedi-las. Precisamos resgatar o reconhecimento dos trabalhadores em relação às entidades sindicais. O capital reconhecia a força dos sindicatos, por isso a gigantesca ofensiva contra sua existência, embora os trabalhadores possam não ter percebido isto. Há uma urgência de pensar um reordenamento da organização sindical”.

Ele referiu ainda às mudanças que a pandemia e as novas tecnologias trouxeram no mundo do trabalho, que precisam ser contempladas nos direitos da categoria.

Nara enfatizou a necessidade de “as entidades de base participarem cada vez mais da Contee, assim como de a Contee reforçar as lutas das entidades filiadas. Teremos muitas batalhas pela frente e precisamos construir uma grande unidade dos trabalhadores para conduzir esse processo de luta e enfrentamento neste momento tão terrível para o povo brasileiro”.

Foi apresentado o plano de lutas sobre o tema, debatido na reunião.

Carlos Pompe

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  +  55  =  56

Botão Voltar ao topo