Acusado de racismo, Inep muda gabarito de duas questões do Enem

Saiba quais foram as mudanças

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou nesta 5ª feira (28.jan.2021) nova versão do gabarito do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Alterou duas respostas que foram consideradas racistas por internautas, professores e candidatos.

Em justificativa à mudança, o Inep disse que identificou uma “inconsistência no material”.

A 1ª questão reproduzia um diálogo do livro Americanah, da nigeriana Chimamanda Ngozi. A cabeleireira Aisha sugere que Ifemelu, uma de suas clientes, alise o cabelo para que seja “mais fácil penteá-los”. A personagem, no entanto, não aprova a ideia e diz que gosta do seu cabelo natural, “como Deus o fez”. Diz ainda à cabeleireira que “não é difícil pentear se você hidratar corretamente”. 

O texto diz também que Ifemelu adotou o tom “que ela usava sempre que tentava convencer outras mulheres negras sobre os méritos de usar seu cabelo natural”.

A pergunta era sobre o que os argumentos de Ifemeleu representam. No gabarito publicado inicialmente, a resposta correta era a alternativa “d”: “demonstram uma postura de imaturidade”. Foi corrigida para “c”: “revelam uma atitude de resistência”.

A outra questão que passou uma revisão cita que procurar nomes frequentes entre pessoas negras dos Estados Unidos aumenta em 25% a chance de anúncios automáticos oferecerem checagem de antecedentes criminais. O enunciado era: “O texto permite o desnudamento da sociedade ao relacionar as tecnologias de informação e comunicação com…”.

Uma das alternativas para a resposta era “preconceito”, opção correta de acordo com o gabarito divulgado nesta 5ª feira (28.jan). Mas, o 1º gabarito afirmava que a resposta certa era “linguagem”.

Poder360 questionou o Inep se a versão anterior das respostas poderiam ser consideradas racistas. O instituto não respondeu à pergunta, mas encaminhou a seguinte nota:

“O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) esclarece que, após a publicação dos gabaritos oficiais da versão impressa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, foi identificada uma inconsistência no material. A autarquia verificou que uma modificação feita no gabarito após o retorno das provas para o Inep não foi salva no banco de dados. Em função disso, a área técnica providenciou uma revisão no material e o instituto já disponibilizou as versões corrigidas no seu portal.”

Abaixo acesse às provas e aos gabaritos atualizados por cor e dia de aplicação:

provas do 1º dia – 17.jan

provas do 2º dia – 24.jan

Poder 360

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9  +  1  =  

Botão Voltar ao topo