Arbítrio contra professores, arbítrio contra o Brasil!

369
0
SHARE

Na quarta-feira, 20, a Polícia Militar do Estado de São Paulo atacou professores de Santo André e Mauá (região do ABC paulista) quando faziam panfletagem diante da Estação de Trem Celso Daniel, de Santo André, contra o projeto Escola sem Partido (na verdade, projeto de Lei da Mordaça, que pretende vetar a escola democrática, de debates de ideias e formação cidadã), de onde partiriam para ato na Câmara dos Vereadore devido ao fechamento dos postos de saúde da cidade.

Os policiais, truculentamente, pediram documentos dos manifestantes e os mandaram sair do local. Era o que os que protestavam faziam quando a Força Tática da Polícia Militar estadual chegou, com cassetetes e armas. A tropa prendeu o professor Rafael Buenno e sequestrou o celular da professora Maira Machado. Os manifestantes seguiram para a 1a. Delegacia de Santo André e, ali, uma outra professora foi presa. Um policial chegou a dizer aos professores e manifestantes que tem filho em escola pública e “não somos da mesma laia que vocês”, segundo a professora Maira… É a ocorrência de mais uma ação de intolerância contra manifestações democráticas em nosso país.

Ação contrária à cidadania e aos trabalhadores, como o projeto de Lei da Mordaça, o sucateamento da saúde pública, os direitos dos aposentados e a legislação trabalhista, a liberdade de manifestação; enfim, à democracia e aos direitos sociais, da qual resultou o golpe que levou Temer à Presidência da República e perpetua a crise institucional que vive o Brasil, inclusive com o apelo, impune, de um general por golpe militar que acabe com a ordem constitucional.

A Contee, fruto da liberdade de organização democrática e sindical alcançada com o fim da ditadura militar implantada em 1964 e as conquistas da Constituição de 1988, repudia a ação de movimentos de conteúdo fascista, como o da Escola sem Partido, e a omissão e conivência de governos Federal e de
São Paulo contra a democracia e os direitos do povo.

Não são episódios isolados, mas um conjunto de ações que colocam até mesmo a soberania nacional (incluindo estatais, como a Petrobras e a Eletrobras) a serviço do grande capital forâneo, em detrimento da construção de uma sociedade brasileira justa e solidária.

Pela democracia, pelo Brasil! Nenhum direito a menos! Fora fascistas! Fora Temer!

Contee

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here