Sinpro-BA: Nota do sindicato sobre a continuidade da greve dos professores da faculdade 2 de Julho

O Sindicato dos Professores no Estado da Bahia – SINPRO-BA, representante da categoria docente dos ensinos Básico e Superior privado na Bahia, informa a toda a comunidade que a GREVE DOS/AS DOCENTES DA FACULDADE 2 DE JULHO CONTINUA.

Com mais de SEIS MESES DE SALÁRIOS ATRASADOS, além do não pagamento de férias e 13º de anos anteriores, e do não recolhimento de INSS e FGTS há anos, em muitos casos, a Fundação 2 de Julho, mantenedora da Faculdade, acenou apenas com a possibilidade de repasse de 70% da arrecadação ordinária para pagamento de salários docentes.

No entanto, provocada pelo Sindicato e pela própria categoria para a apresentação do plano de ação, com detalhamento de como seriam feitos os pagamentos, a Fundação não apresentou o quanto requerido.

Na semana passada, ante a movimentação do SINPRO-BA e do corpo docente da Faculdade – que, em assembleia no dia 06/12/21, decidiu manter a greve – a Fundação indicou que apresentaria o detalhamento, bem como a forma de composição de uma comissão na qual estariam representantes docentes e discentes para acompanhar a gestão da Instituição. Todavia, até o presente momento, nada foi apresentado de forma concreta.

Desta forma, o SINPRO-BA entende que não há elemento novo na mesa de negociação, o que sequer permite que se abra o debate acerca do fim da greve, restando mantê-la.

O SINPRO-BA espera que a Fundação 2 de Julho apresente uma proposta concreta de ação para que as professoras e os professores possam conhecê-la, analisa-la e discuti-la, assim como possam ter elementos suficientes para colocar em debate o fim do movimento grevista.

Até que isto ocorra, A GREVE CONTINUA!

DIRETORIA COLEGIADA

SINPRO-BA

Do Sinpro-BA

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

68  +    =  75

Botão Voltar ao topo