Celso diz que Bolsonaro desconhece dogma da separação de poderes

48
0
SHARE
Foto: Sérgio Lima/PODER 360

Decano do Supremo Tribunal Federal, o ministro Celso de Mello deu uma dura resposta ao ser questionado sobre o vídeo postado nesta segunda-feira (28/10) pelo perfil oficial do presidente Jair Bolsonaro no Twitter, que compara a Corte à uma hiena.

Perguntado pela Folha de S.Paulo, o ministro afirmou que o episódio aponta que o “atrevimento presidencial parece não encontrar limites”.

Para o ministro, comparar o STF à uma hiena é uma atitude absurda e grosseira por “falsamente identificar a Suprema Corte como um de seus opositores”. “Além de caracterizar absoluta falta de “gravitas” e de apropriada estatura presidencial, também constitui a expressão odiosa (e profundamente lamentável) de quem desconhece o dogma da separação de poderes.”

Celso ainda lembra que é “imperioso que o Senhor Presidente da República — que não é um “monarca presidencial”, como se o nosso país absurdamente fosse uma selva na qual o leão imperasse com poderes absolutos e ilimitados — saiba que, em uma sociedade civilizada e de perfil democrático, jamais haverá cidadãos livres sem um Poder Judiciário independente”.

Além de atacar o STF, o vídeo também aponta como adversário do presidente OAB, ONU, PT, Veja, Folha de S.Paulo, MBL, “isentão”, PCdoB, Rede Globo, O Estado de S. Paulo, Greenpeace, PSol, PSDB, MST, Jovem Pan, “via sensata”, CUT, Lei Rouanet, Força Sindical e PDT. A postagem foi removida do perfil do presidente por volta das 18h do mesmo dia.

Clique aqui e leia a mensagem do ministro Celso de Mello

Conjur

RESPONDER PARA:

POR FAVOR ENTRE COM SEU COMENTÁRIO!
POR FAVOR ENTRE COM SEU NOME