Sinproep-DF: Convenção Coletiva de Trabalho do Ensino Superior é assinada

Na sexta-feira (10), em reunião com o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos Particulares de Ensino Superior do Distrito Federal (Sindepes-DF) e a Comissão de Negociação do Sinproep, foi assinada a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) por 2 anos para os professores que atuam nas instituições de Ensino Superior, em todo o Distrito Federal.

Segundo o Sindepes-DF, em assembleia entre as mantenedoras, o teto foi de 5% de reajuste salarial. “Nós não conseguimos avançar nada além dos 5%. Não vamos conseguir recuperar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC)”, afirmou a Comissão de Negociação do Sindepes-DF.

A Comissão de Negociação do Sinproep reafirmou a proposta de 100% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), com ganho real de salários. Os docentes do setor privado, com o trabalho remoto, trabalharam muito mais e precisaram investir em tecnologia por conta própria para continuarem oferecendo o melhor ensino para os alunos.

Após sete rodadas de negociação, ficou definido o reajuste salarial de 5% retroativo ao mês de agosto. Além de 35% de abono, parcelado em novembro e dezembro deste ano. Carga horária mínima de 4 horas por semana a partir do segundo semestre de 2022. Para o próximo ano também ficou garantido 5%, independente do INPC, o que ultrapassar será 30%.

Foram quatro meses de luta para garantir os direitos da categoria. “Foi uma vitória da mobilização da categoria e da Comissão de Negociação, que chegaram ao final desse processo com firmeza. A luta não foi fácil, porém, conseguimos avançar e manter todas as cláusulas sociais conquistadas nesses 16 anos de existência do nosso sindicato, mesmo em meio a pandemia de Covid-19”, destacou Karina Barbosa, presidente do Sinproep.

Clique aqui e confira a CCT completa!

Do Sinproep-DF

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7  +  2  =  

Botão Voltar ao topo