Eleições 2022: “Educação com Lula” tem calendário de mobilizações

Datas e iniciativas foram aprovadas juntamente com a Carta de Natal, na plenária final da Conape 2022

Além da Carta de Natal, a Conape (Conferência Nacional Popular de Educação) 2022, encerrada no último domingo (17), aprovou um calendário de lutas, com vistas à disputa eleitoral de outubro. A mobilização dialoga diretamente com a decisão da Contee, tomada em maio pela Diretoria Executiva, de engajamento total na campanha para derrotar Bolsonaro e eleger Lula presidente. Mais do que isso: derrotar o fascismo bolsonarista e eleger parlamentares comprometidos com a defesa da educação pública, gratuita, laica, democrática, inclusiva e de qualidade socialmente referenciada, bem como com a regulamentação da educação privada.

Confira o calendário de lutas:

15 de agosto: Consolidação do Documento Final aprovado na Conape 2022, com as contribuições de nossas plenárias

15 de agosto: Divulgação da Carta Aberta do FNPE, de orientação ao voto pela educação, pelo Brasil, com diretrizes para a ampliação e consolidação da bancada da educação em todas as esferas de governo

16 de agosto a 16 de setembro: Movimento “Educação com Lula”

16 de agosto a 30 de setembro: Campanha do FNPE em busca de votos pela educação e pelo Brasil

17 de setembro, 15h: Pleno do FNPE para avaliação da Conape 2022, com a presença da Coordenação dos Fóruns de Educação, no Recife-PE

19 de setembro, 9h: Plenária Mundial Popular de Educação no Centenário de Paulo Freire

Táscia Souza, com informações do FNPE

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Muito bom texto!
    É importante que, nesse momento histórico, os sindicatos se engajem em debates, junto as respectivas categorias, na campanha eleitoral que se polariza entre as candidaturas de LULA e Bolsonaro.
    A candidatura de LULA visa à reconstrução do Brasil, com o inadiável restabelecimento dos fundamentos, princípios e garantias constitucionais e a defesa da soberania do País enquanto que, a de Bolsonaro representa a negação do Estado Democrático de Direito, ataques aos direitos trabalhistas, submissão do País ao capital internacional, além do que, Bolsonaro também tem por objetivo a concretização do domínio absoluto do nazifascismo.
    Assim, apoiar a candidatura de Lula, representa a valorização do trabalho humano, da cidadania, da dignidade da pessoa humana e da soberania do País!

    “NINGUÉM AGUENTA MAIS, FORA BOLSONARO E SEUS GENERAIS”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

68  +    =  75

Botão Voltar ao topo