SinproSP: Por ampla maioria, assembleia aprova orçamento do sindicato para 2023

Professoras e professores sindicalizados garantem independência financeira do Sindicato

Reunidos em assembleia remota realizada na terça-feira, 22 de novembro, professoras e professores fizeram valer a máxima que diz que “um sindicato politicamente forte se faz com confiança, apoio da categoria e independência financeira” e aprovaram, de forma democrática e soberana, com 94% de votos dos presentes, a proposta de previsão orçamentária para o ano de 2023 apresentada pela diretoria do SinproSP.

É essa distribuição estratégica dos recursos financeiros arrecadados pelo Sindicato, construída coletivamente e de forma responsável, que garante os investimentos necessários, nos diferentes setores e departamentos da entidade, capazes de manter – e aperfeiçoar – a estrutura e o atendimento já oferecidos às professoras e professores, bem como bancar as tantas e importantes frentes de lutas e mobilizações que se anunciam para o ano que vem.

Por decisão da assembleia, a maior parte do orçamento (cerca de 60%) será destinada aos recursos humanos – fundamentalmente, aqui está contemplada a convicção de que o sindicato é feito de gente, trabalhadoras e trabalhadores qualificados que se dedicam à defesa da categoria junto com diretoras e diretores requisitados nas escolas para se concentrar nos encaminhamentos e nas lutas diárias; nesse montante, estão obviamente incluídos também os encargos trabalhistas. A assembleia deliberou ainda investir pouco mais de 6% do orçamento de 2023 no departamento de Comunicação do Sindicato, compreendendo a importância cada vez mais significativa da necessidade de estar presente com força nas redes sociais, nos materiais impressos e digitais, nas ações de campanhas salariais e no cotidiano das salas de professoras e professores, de forma protagonista e estimulando a mobilização da categoria e a participação de todas e todos. A rubrica dá conta também de mais uma vez produzir e distribuir a Agenda da categoria.

“Mesmo depois da reforma trabalhista imposta pelo governo Temer, em 2017, que investiu pesado para atacar e desestruturar o movimento sindical, o SinproSP tem conseguido manter a sua força política e sua solidez econômica, sendo reconhecido como um dos mais importantes e combativos sindicatos do país. Essa relevância só é possível por conta do diálogo permanente com a categoria e da administração sempre séria, responsável e cuidadosa do dinheiro arrecadado”, diz Celso Napolitano, diretor tesoureiro do Sindicato e presidente eleito para a gestão 2023-26. Ele lembra que atualmente o SinproSP se sustenta única e exclusivamente com as mensalidades de suas associadas e associados – a proposta apresentada pela diretoria e aprovada pela assembleia manteve a cobrança de 9% ao ano de um salário, distribuídos em doze parcelas de 0,75%. “De acordo com essa proposta, não há qualquer contribuição compulsória. A previsão aprovada nos estimula inclusive a reforçar as ações para ampliar ainda mais as sindicalizações, num esforço para também atualizar as informações de nosso cadastro”, explica e finaliza Napolitano.

Do SinproSP

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  +  77  =  84

Botão Voltar ao topo