Dilma denuncia no Piauí: Governo golpista ataca a democracia

A presidenta Dilma Rousseff mobilizou milhares de pessoas durante manifestação em Teresina, na tarde desta sexta feira (15). A Praça Pedro II, no centro da capital piauiense, ficou lotada e recebeu Dima calorosamente.

No Piauí, a presidenta Dilma reafirma compromisso com a democracia

A manifestação, organizada pela Frente Brasil Popular/Piauí, contou com representantes de partidos políticos e entidades que lutam contra o golpe de Estado e defendem a restauração da democracia, o respeito à soberania do voto popular e a volta da presidenta eleita ao comando do país.

Em discurso firme, Dilma denunciou o desmonte dos programas sociais e a retomada do programa de privatizações do patrimônio público nacional pelo governo usurpador de Temer.

Dilma disse ainda que está convicta de que retornará à presidência da República, pois está provado que ela não comenteu nenhum crime que justifique o impeachment.

Ela também reafirmou seu compromisso, ao retornar ao comando da nação, com um governo que continue a promover a distribuição de renda, acentuar os programas sociais e estreitar as relações com os partidos e entidades que têm mobilizado o Brasil em defesa da democracia.

Dilma recebeu o título de cidadã teresinense, concedido por unanimidade pela Câmara Municipoal de Teresina. O Governador do Piauí, Wellingthon Dias, e diversos parlamentares como a senadora Regina Souza praticiparam da atividade.

Entidades como a CTB, UJS, Fetag/Pi, MST, UBM, UNE, CONAM, Movimento Ocupa Minc e Juristas em Defesa da Democracia se fizeram presentes à manifestação.

O PCdoB esteve representado pelo presidente do Partido no Piauí, Osmar Junior e também pelo seu vice-presidente e Coordenador da Frente Brasil Popular/Pi, Zé Carvalho.

Do Portal Vermelho

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9  +  1  =  

Botão Voltar ao topo