Enem 2021 tem 4 milhões de inscritos, menor número desde 2007

Prazo para pagamento da taxa de inscrição, que conclui o processo, no valor de R$ 85 vai até segunda-feira (19), e número pode diminuir ainda mais

Um total de 4.004.764 pessoas se inscreveram para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, segundo dados foram divulgados nesta quinta-feira (15) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O número é o menor desde 2007, quando 3,57 milhões de participantes se inscreveram, e pode cair mais ainda. Em 2020, 6,1 milhões de pessoas se inscreveram no exame, e 5,8 milhões fizeram a prova.

Uma das razões deve ser porque, para confirmar a inscrição e se habilitar para fazer o exame, os candidatos que não se enquadram nos critérios de isenção têm de pagar a taxa de inscrição de R$ 85, segundo o site do governo. O pagamento pode ser feito até segunda-feira (19). Sem essa validação, a inscrição não é concluída.

O participante que se ausentou na edição do Enem 2020, apresentou justificativa e teve sua solicitação de isenção da taxa de inscrição para o Enem 2021 deferida conforme Edital nº 19, de 30 de abril de 2021, deverá também efetuar sua inscrição para edição do Enem 2021, conforme o Edital do Enem.

De acordo com o Edital, o participante que obtiver a isenção da taxa de inscrição do Enem 2021 e não comparecer às provas nos dois dias de aplicação deverá justificar sua ausência no sistema de isenção do Enem 2022, se desejar solicitar nova isenção para o Exame. A justificativa deverá ser realizada mediante regras estabelecidas no Edital.

Quem pode fazer o exame?

Qualquer pessoa que já concluiu ou está concluindo o ensino médio pode fazer o exame. A nota obtida pode ser usada para ingresso na educação superior.

Que dias serão feitas as provas digital e a impresa?

As versões impressa e digital do Enem, ao contrário o ano passado, serão aplicadas nas mesmas datas (21 e 28 de novembro) e terão perguntas iguais e tema da redação iguais.

Quem pode fazer o Enem digital?

O Enem digital será exclusivo para quem já concluiu o ensino médio ou está concluindo essa etapa em 2021. Inep colocou a disposição 101.100 vagas e todas foram preenchidas.

E a impresa?

Dos inscritos, 3.903.664 deverão fazer a versão impressa.

Disciplinas e horários

Como nos últimos anos, o Enem será aplicado em dois domingos.

21 de novembro

O candidato deverá fazer:

45 questões de linguagens;

45 questões de ciências humanas

uma redação.

28 de novembro

A prova tem meia hora a menos para o candidato responder a:

45 questões de matemática

45 questões de ciências da natureza.

Veja os horários de aplicação (no fuso de Brasília):

Abertura dos portões: 12h

Fechamento dos portões: 13h

Início das provas: 13h30

Término das provas no 1º dia: 19h

Término das provas no 2º dia: 18h30

Regras de prevenção à Covid-19

Será obrigatório que os candidatos usem máscara durante a prova para reduzir o risco de contaminação por Covid-19.

No Edital do Enem, também há a determinação para o uso de álcool em gel na higienização das mãos.

De acordo com o edital do Exame, não seguir os protocolos de prevenção à Covid-19 é considerado critério de eliminação.

CUT

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  +  33  =  36

Botão Voltar ao topo