Exame/Ideia: Lula lidera com 45%; Bolsonaro tem 36%; Ciro, 7%, e Tebet, 3%

Pesquisa Ideia divulgada hoje pela revista Exame aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera as intenções de voto no primeiro turno, com 45% na pesquisa estimulada —quando o entrevistado recebe uma lista com os nomes dos pré-candidatos. O petista é seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), que tem 36%.

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) aparece com 7%; a senadora Simone Tebet (MDB) tem 3%; e o deputado federal André Janones (Avante), 1%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, Ciro, Tebet e Janones estão tecnicamente empatados.

O cientista político Luiz Felipe D’Avila (Novo) e Pablo Marçal (Pros) têm 0,5% cada um; a sindicalista Vera Lucia (PSTU), 0,3%; e Sofia Manzano (PCB), Leonardo Péricles (UP) e o deputado federal Luciano Bivar (União Brasil), 0,1% cada um. Na margem de erro, esses pré-candidatos empatam com Tebet e Janones, mas não com Ciro.

Ninguém, branco e nulo somaram 3%. Quem não sabe em quem vai votar totaliza 4%.

A rodada de hoje não é comparável com a que foi realizada em maio, já que não constam mais entre as opções os nomes do ex-governador João Doria (PSDB) e do ex-ministro Aldo Rebelo (PDT). Essa foi a primeira vez que o levantamento tirou o nome do tucano da disputa —Doria deixou a corrida presidencial no final do mês passado, após ficar isolado no PSDB.

No mês passado, Lula tinha 41% das intenções de voto; Bolsonaro, 32%, e Ciro, 9%.

O levantamento ouviu 1.500 pessoas por telefone entre os dias 17 e 22 de junho. O índice de confiança da pesquisa é de 95% e o custo foi de R$ 27.970. O registro junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-02845/2022.

Primeiro turno

Lula (PT): 45%
Jair Bolsonaro (PL): 36%
Ciro Gomes (PDT): 7%
Simone Tebet (MDB): 3%
André Janones (Avante): 1%
Luiz Felipe D’Avila (Novo): 0,5%
Pablo Marçal (Pros): 0,5%
Vera Lucia (PSTU): 0,3%
Sofia Manzano (PCB): 0,1%
Leonardo Péricles (UP): 0,1%
Luciano Bivar (União Brasil): 0,1%
Ninguém/branco/nulo: 3%
Não sabe: 4%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea —quando a lista de pré-candidatos não é apresentada ao entrevistado—, Lula ficou com 35% das intenções de voto. Bolsonaro, por sua vez, teve 30%. Os dois, portanto, estão empatados tecnicamente dentro da margem de erro.

Em comparação com o mês passado, Lula oscilou positivamente de 34% para 35%, assim como Bolsonaro, que foi de 27% a 30% —ambos dentro da margem de erro. Ciro se manteve com os mesmos 4% de maio.

Veja o resultado a seguir:

Lula (PT): 35%
Jair Bolsonaro (PL): 30%
Ciro Gomes (PDT): 4%
Simone Tebet (MDB): 1%
André Janones (Avante): 1%
Sergio Moro (União Brasil): 0,4%
Eduardo Leite (PSDB): 0,3%
João Doria (PSDB): 0,2%
Luiz Felipe D’Avila (Novo): 0,1%
Vera Lucia (PSTU): 0,1%
Outros: 0,3%
Ninguém/branco/nulo: 9%
Não sabem: 19%

Embora tenham sido citados pelos entrevistados, o ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) e o ex-governador Eduardo Leite (PSDB) não estão mais na disputa pelo Palácio do Planalto.

Moro é cotado para concorrer a uma vaga no Senado pelo Paraná, mas o destino do ex-ministro ainda segue em aberto. Leite, por sua vez, vai tentar a reeleição no Rio Grande do Sul.

Segundo turno

O Instituto Ideia também fez cinco simulações de segundo turno para a disputa presidencial. Lula vence Bolsonaro, Tebet e Ciro.

Bolsonaro aparece numericamente à frente de Ciro (43% a 37%), mas há empate técnico dentro da margem de erro; o atual chefe do Executivo vence Tebet.

Na comparação com a simulação de segundo turno entre Lula e Bolsonaro feita no mês passado, ambos oscilaram positivamente, dentro da margem de erro, e a diferença numérica entre os adversários continuou em sete pontos percentuais. Lula foi de 46% para 48%, e Bolsonaro, de 39% para 41%.

Veja os resultados a seguir:

Cenário 1

Lula (PT): 48%
Bolsonaro (PL): 41%
Branco/nulo: 7%
Não sabem: 3%

Cenário 2

Lula (PT): 47%
Simone Tebet (MDB): 20%
Branco/nulo: 28%
Não sabem: 5%

Cenário 3

Lula (PT): 45%
Ciro Gomes (PDT): 33%
Branco/nulo: 19%
Não sabem: 3%

Cenário 4

Jair Bolsonaro (PL): 44%
Simone Tebet (MDB): 23%
Branco/nulo: 29%
Não sabem: 4%

Cenário 5

Jair Bolsonaro (PL): 43%
Ciro Gomes (PDT): 37%
Branco/nulo: 14%
Não sabem: 6%

Sobre o instituto

O Instituto Ideia, antigo Ideia Big Data, foi fundado em 2011 e até 2018 realizava pesquisas eleitorais para divulgação exclusiva para seus clientes. Desde julho de 2020, o Ideia mantém uma parceria com a revista Exame, que financia e divulga seus levantamentos sobre intenções de voto. Segundo o próprio Ideia, os métodos utilizados para os levantamentos variam. O Ideia se diz “agnóstico em termos de metodologia” e faz levantamentos eleitorais usando qualquer método.

Do UOL

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

39  +    =  43

Botão Voltar ao topo