Premiação da SBPC marca Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência

Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, premiou as vencedoras da 3ª edição do Prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher

No Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, evento instituído pela Unesco e celebrado anualmente em 11 de fevereiro, a SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) premiou as vencedoras da 3ª edição do Prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher.

A premiação ocorre anualmente. É intercalada entre 2 categorias: Mulheres Cientistas e Meninas na Ciência.

Neste ano o prêmio de R$ 10 mil foi concedido à primeira categoria.

Vencedoras

Das indicadas, 11 foram na área de humanidades, 11 na área de biológicas e saúde e 13 de engenharias, exatas e ciência da Terra.

Na área de humanidades, a professora titular emérita da UFMG (Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais), Nilma Lino Gomes, foi a vencedora.

Na área de biológicas, a professora titular do Instituto de Medicina Social da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), Gulnar Azevedo e Silva foi a primeira colocada.

A terceira ganhadora, na área de engenharia, exatas e ciências da Terra foi Beatriz Leonor Silveira Barbuy, professora titular do IAG (Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas), da USP (Universidade de São Paulo).

“Carolina Bori Ciência & Mulher”

Criado em 2019, o Prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher é homenagem da SBPC às cientistas brasileiras destacadas e às futuras cientistas brasileiras de notório talento, que leva o nome da primeira presidente mulher, Carolina Martuscelli Bori.

A SBPC — que já teve 3 mulheres presidentes e hoje a maioria da diretoria é feminina — criou essa premiação por acreditar que homenagear as cientistas brasileiras e incentivar as meninas a se interessarem por este universo é ação marcante da trajetória histórica da instituição, na qual tantas mulheres foram protagonistas do trabalho e de anos de lutas e sucesso da maior sociedade científica do País e da América do Sul.

Razões

A data comemorativa foi instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas). Visa incentivar a atuação do gênero feminino nas áreas científicas.

Objetivo da Assembleia Geral das Nações Unidas é promover o equilíbrio de gênero na ciência, uma vez que o número de homens envolvidos em trabalhos de pesquisa é bastante superior ao número de mulheres.

Marcos Verlaine

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4  +  1  =  

Botão Voltar ao topo