Resistência, unidade e luta marcam 1º de Maio pelo Brasil

Desde as primeiras horas desta segunda (1º/5), as ruas de todo o Brasil estão cobertas pelos trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade de todos ramos e setores do mundo do trabalho e pelos movimentos sociais. Todos com uma só pauta retomar o crescimento com distribuição de renda e fortalecimento da soberania.

No ato unificado das centrais sindicais, a CTB deu o tom da luta com a defesa da retomada da política do salário mínimo, paridade de salários entre homens e mulheres, defesa da Educação e do SUS e pela retomada de um político de fortalecimento dos direitos dos trabalhadores do campo.

“A CTB está em luta e desenhou 15 pautas importantes que consideramos fundamentais para a reconstrução do Brasil e a retomada dos direitos da classe trabalhadora e a edificação de um projeto nacional desenvolvimento que garanta emprego digno, fomento do setor produtivo nacional, soberania e combate a pobreza imposta pelos anos de regressão de Jair Bolsonaro”, afirmou o secretário-geral da CTB, Ronaldo Leite.

Na mesma linha, o presidente da CTB Nacional, Adilson Araújo, reforçou que a mobilização e unidade serão fundamentais nesta etapa da luta e que é urgente a retomada de uma política real de valorização do salário mínimo. “O reajuste dado pelo presidente Lula foi muito importante, mas ele sozinha não dá conta do desastre causado por Jair Bolsonaro nos últimos 4 anos”, afirmou Araújo.

Acompanhe alguns dos atos pelo Brasil:

São Paulo

Sergipe

Rio de Janeiro

Bahia (Fotos: @alexsanderfotografias65)

Ceará

Amazonas

Pará

Rio Grande do Sul (Créditos: Eder Pereira)

Minas gerais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20  +    =  30

Botão Voltar ao topo